Ergonomia Cognitiva

Palavras-chave:

Ergonomia Cognitiva, processos mentais, homem/maquina


Já ouviu falar sobre Ergonomia Cognitiva? Sabe o que é e quais benefícios ela traz para você e para a sua empresa?


Em essência, a ergonomia é o estudo científico das relações entre homem e máquina, um conjunto de procedimentos e regras que desenvolvem estudos sobre organização, bem estar e saúde dentro do ambiente de trabalho. Ela procura trazer segurança e eficiência aos colaboradores, assim, aprimoram as condições de trabalho por meio de métodos tecnológicos e desenho industrial. Tem como objetivos reduzir riscos, prevenir acidentes, corrigir erros e aumentar o conforto e a saúde do trabalhador.


A abordagem da ergonomia é bastante ampla e consideram diversos fatores, que vão desde fatores físicos até cognitivos, aspectos cognitivos esses, que são extremamente importantes para a vida do colaborador. Neste artigo, trataremos da abordagem cognitiva da ergonomia, que consiste em processos mentais utilizados na realização de funções e a influência na interação com outros aspectos do trabalho.


A Ergonomia cognitiva aborda processos mentais necessários para a realização das atividades por parte dos seres humanos. Ela estuda o desenvolvimento do homem na preparação e conclusão das atividades em ambientes complexos, principalmente que tenham exigência de tempo, carregamento e transferência de informações. Entre os principais temas estudados podemos destacar o raciocínio, a memória de curta e longa duração, a percepção e a tomada de decisão.


A análise criteriosa do ergonomista em cada uma dessas condições fornece os elementos necessários para uma interação mais harmoniosa entre o homem e o sistema de produção no qual se relaciona. E os principais aspectos avaliados por essa ergonomia são:


· Os processos de tomada de decisão;

· O estresse com origem na realização de atividades profissionais;

· O desempenho especializado do colaborador em determinada área;

· A interação entre homem e máquina;

· A carga mental exigida na realização de determinada tarefa;

· A confiabilidade do ser humano;

· A concepção entre homem/sistema


De modo geral, podemos dizer que a ergonomia cognitiva estuda e avalia as questões que influenciam no nível mental dos trabalhadores e seu principal objetivo é identificar e apresentar medidas que busquem diminuir os fatores causadores de estresse no ambiente de trabalho e nas atividades desenvolvidas.


Como funciona na prática?


Dentro das empresas e organizações, a intervenção da ergonomia cognitiva ocorre em formas de treinamentos e desenvolvimento dos colaboradores. O objetivo é proporcionar p conhecimento para os trabalhadores de maneira que esses possam desempenhar suas atividades de forma mais eficaz, minimizando o esforço e carga mental.


Também busca desenvolver programas que visam melhorar a relação interna dos colaboradores com líderes e colegas, com políticas que visam sempre o bem-estar e a saúde mental dos trabalhadores.


Benefícios


Temos como alguns dos principais benefícios da Ergonomia Cognitiva no ambiente de trabalho:

· Melhores tomadas de decisão;

· Trabalhadores satisfeitos;

· Diminuição do estresse;

· Aumento de produtividade;




👍🏽 Curte se você gostou

💬 Comente para sabermos sua opinião

📣 Compartilhe com os amigos

Qualquer dúvida ou sugestão, fale conosco. Entre em contato para saber mais sobre nossas soluções. Podemos ajudar sua empresa ir ao máximo! WhatsApp: 43 9170-2782 E-mail:maximizaej@gmail.com

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo