Gestão de Qualidade na crise financeira

palavras-chaves: gestão, qualidade, crise, pandemia, dinheiro


Sabia que em períodos de crise e turbulência, a busca pela qualidade rende os melhores frutos?


Hoje o mercado é cauteloso, os consumidores se tornam mais exigentes, os concorrentes mais agressivos e fornecedores amplificam seus preços. Os procedimentos, as ações, estratégias e valores não são mais estáveis, tudo é constantemente modificado. A Gestão de Qualidade além de definir uma melhor organização interna, ela ainda observa o ambiente externo, ou seja, a concorrência.

O rumo da crise está mais interligado à qualidade do que a economia, pois afeta a relação entre a oferta e a demanda, a organização, as operações produtivas, as estruturas de gerenciamento e as estratégias de atuação, assim entrando num ciclo:


Crises > Custos > Preços


A crise vem, os fornecedores aumentam o custo de seus produtos e consequentemente o mercado aumenta seus preços. Acompanhar as mudanças é um forte ponto estratégico, a maneira de entender, criar programas e se tornar visível são conceitos que definem a qualidade.

A Gestão de Qualidade foi criada em época de crise, e essa ferramenta garante o perfeito ajuste dos produtos ao consumidor, entendendo as suas necessidades, prioridades, expectativas e preferências, assim gerando novas práticas gerenciais, novos valores e governança corporativa. Além de promover uma visão sistemática da empresa, controla as finanças, contabilidade, gestão pessoal, gestão de dados e outros processos organizacionais.


Há oito pilares fundamentais para a Gestão de Qualidade:


1. Foco no cliente: As necessidades dos clientes e a eficácia de um bom atendimento gera um feedback positivo, assim, divulgando seu produto ou serviço.

2. Liderança proativa: Manter o ambiente agradável para que seus colaboradores possam ter um melhor desempenho é muito importante, motive-os e deixe fluir sua criatividade para novas ideias.

3. Melhoria contínua: A otimização de processo deve ser contínua, pois deve estar sempre sendo renovada para usufruir de melhores resultados.

4. Decisão baseada em fatos: O processo de decisão dentro do sistema de gestão de qualidade deve ser a base de fatos concretos para uma análise mais lógica.

5. Boa relação com os fornecedores: Criar uma aliança com os fornecedores é uma boa estratégia para manter a qualidade dos produtos ou serviços fornecidos para o mercado.

6. Visão Sistêmica: Tomar decisões importantes significa geração de lucro, os líderes devem avaliar cada situação de forma ampla e cautelosa, de dentro para fora.

7. Gerenciamento por processos: Aumentar as metas sempre que forem alcançadas para motivar o crescimento e corrigir erros encontrados pelo caminho, implementando melhorias e monitorando resultados.

8. Conscientização de todos os colaboradores: O gestor deve sempre compartilhar o que ocorre com a empresa com todos os seus colaboradores, pois o compromisso, a responsabilidade e a motivação são ampliadas em todas as áreas


A ferramenta engloba a Gestão Operacional, Gestão de Tática e Gestão de Estratégica, melhorando o desempenho da empresa, a produtividade, otimização das práticas, desempenho financeiro e comunicação interna.


“A única coisa permanente no universo é a mudança”

Heráclito de Éfeso (540 a.C. – 430 a.C.)



Fato curioso:

Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.) quem utilizou o conceito de qualidade pela primeira vez na obra “Estudo das Formas Geométricas”, definindo como: propriedade que caracteriza uma coisa e diferencia das outras.





👍🏽 Curte se você gostou

💬 Comente para sabermos sua opinião

📣 Compartilhe com os amigos

Qualquer dúvida ou sugestão, fale conosco. Entre em contato para saber mais sobre nossas soluções. Podemos ajudar sua empresa ir ao máximo! WhatsApp: 43 9170-2782 E-mail:maximizaej@gmail.com

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp-logo-icone.png